Substâncias do feijão reduzem riscos de doenças do coração e inflamações.

Pesquisa da Embrapa mostrou que diminuir o consumo de feijão não é bom para a saúde. Consumo caiu 7% em cinco anos no Brasil.

O hábito de comer feijão está diminuindo no Brasil. O consumo caiu 7% em cinco anos. E diminuir o consumo de feijão não faz bem para a saúde. É o que mostrou uma pesquisa feita na unidade da Embrapa em Goiânia, em parceria com a Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, e a Universidade de Illinois, nos Estados Unidos. O estudo descobriu que o feijão tem substâncias que ajudam a diminuir os riscos de doenças do coração e inflamações.

O alimento, que é rico em fibras, minerais e vitaminas, ganhou um motivo a mais pra ficar no prato dos brasileiros. Mas e a fama de vilão da balança?

“Ele não é o vilão. Ao contrário. Ele é um ótimo alimento, benéfico à saúde, tem um bom valor nutricional”, explica a pesquisadora Priscila Bacinello, da Embrapa Arroz e Feijão.

Melhor ainda se for consumido com o arroz. Aí os dois formam uma dupla perfeita. Tipo dupla sertaneja mesmo.

Fonte: Globo Repórter







Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>