FEIRAS

CICILS Cape Town Convention  (4 de maio à 7 de maio de 2014)

A Correpar estará representada por Marcelo E. Lüders nessa reunião.

CICIL mostra caminho para o feijão do Brasil

Diversos painéis apresentados durante os 3 dias do congresso da CICIL – Confederação Internacional dos Legumes Secos deixou claro para o Brasil as inúmeras oportunidades que podem ser aproveitadas. Somente em outubro haverá nova safra de todos os feijões rajados, vermelhos e pintos. Somente o feijão preto e alubia terá safra antes na Argentina. Durante os meses de julho até outubro haverá a continuidade da valorização dos feijões vermelhos e rajados. Nós no Brasil temos essas sementes e o produtor brasileiro pode optar com segurança por essas variedades para exportar. A Correpar está em condições de orientar e fechar contratos para exportação destes grãos.

 foto (2)

Durante o congresso da CICIL – Confederação Internacional dos Legumes Secos – conhecidos como os pulses que incluem feijão, lentilha, ervilha e grão de bico, foi objeto de um dos painéis a exposição das diversas formas que cada país vai aproveitar a grande oportunidade que será proporcionada pelo 2016 – O ano internacional dos legumes secos. O Brasil é importador de lentilhas, ervilhas e grão de bico. Porém, é o maior consumidor e produtor de feijões. Assim há uma enorme oportunidade de promover o consumo de feijão e também para o bem da saúde do brasileiro, certamente aumentar o consumo dos pulses é uma questão de saúde pública. Os profissionais do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP) e do Instituto do Coração (InCor) chegaram à conclusão de que 29% das pessoas que circulam pela cidade de São Paulo são obesas. Iniciativa do Programa Meu Prato Saudável, dos 15 mil participantes que foram avaliados, 12,1 mil eram mulheres e 3,9 mil homens. A análise nutricional dessas pessoas mostrou que 19% tinham obesidade grau 1 (forma mais leve), 7,2%, obesidade grau 2 e 2,7%, obesidade grau 3 ou obesidade mórbida. Além disso, 37,4% dos participantes da pesquisa tinham sobrepeso, totalizando 66,4% de pessoas acima do peso ideal. A situação da crianças também  é preocupante. A obesidade e o sobrepeso afetam 39% das crianças brasileiras, o que representa 1.000% a mais que há 40 anos diz o pesquisador e médico brasileiro Víctor Rodríguez Matsudo, um dos responsáveis pelo Estudo Internacional de Obesidade Infantil, desenvolvido em vários países. Uma pesquisa feita pela Universidade de Brasília revelou que o governo federal gasta R$ 488 milhões por ano com o tratamento de doenças relacionadas à obesidade na rede pública de saúde. Assim investir no aumento do consumo de pulses no Brasil é do interesse de todos os interessados. Pode-se incluir governo, produtores, consumidores e industria. Motivados pelo momento histórico proporcionado por 2016 a associação dos produtores de Saskatoon no Canada doou para esta causa US$ 250 a serem utilizados na divulgação e promoção do ano internacional dos legumes secos. O comitê executivo da CICIL doou naquele momento US$ 300.000,00. Se no Brasil aumentarmos 1% o consumo de feijão, além do aumento do consumo vegetativo, teremos pelo menos mais 35000 t por ano sendo consumidos.

foto1

0_54151700_139350212603   GULFOOD

A estrategia de internacionalizar os negócios da Correpar está sendo um grande sucesso. Um dos diretores, Marcelo Eduardo Lüders em Dubai, com um estande  próprio está recebendo os tradicionais importadores e novos contatos com interesse nas variedades exportáveis do Brasil. A perspectiva,  com a previsão de dólar mais alto para este ano, é de que mais uma vez o grupo de exportadores representados pela Correpar siga a trajetória de aumento de volumes e de novos mercados. Os produtores tem manifestado sua satisfação aumentando a cada safra a área plantada com o feijão rajado, guariba e o Nova Era. Nosso objetivo é que os produtores e exportadores sigam encontrando o mercado internacional,  não como alternativa esporádica, mas como tem acontecido nos últimos anos como mercado a ser explorado a cada dia mais. Em breve voltaremos com mais informações de Dubai.

foto 1     foto 3   foto 2



Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>