Destaques

O preço médio do arroz em casca de 58% grãos inteiros no Rio Grande do Sul se sustentou nos...

28/01/2015 11:07

Só Feijão

Só Feijão - CORREPAR - 29/01/2015 08:06

FEIJÃO-CARIOCA  

29/01/2015 – 07h30 – Mesmo durante o pico da safra, o mercado de feijão-carioca está mantendo um comportamento  de entressafra. O recuo dos compradores ocorrido no final da segunda-feira à tarde não durou muito. Aliás, muito mais rápido do que poderíamos a princípio supor. Ontem de manhã os telefones dos produtores voltaram a tocar. Primeiro para saber de preço e, durante o dia, ainda que em volume pequeno, para retomar os negócios. Em Unaí as ofertas de compradores começaram em R$ 180/185, mas com os produtores firmes pedindo no mínimo R$ 190 para 8,5/9. Em Formosa foi vendido um lote por R$ 190, de Requinte, carregando na lavoura. Em Castro, experientes produtores logo cedo comentavam: “se você ligar para o comprador, o preço é um, se eles te ligam, certamente é outro”. Ao final, o volume de vendas foi  pequeno, mas certamente o volume de ofertas é menor ainda.

Primeira Safra

Acredito que a primeira safra, nas regiões Sul e Sudeste, chega ao final de janeiro com 90/95 % colhido e comercializado. O volume a ser colhido durante fevereiro, em qualquer região do Brasil, não influenciará de forma alguma de maneira negativa os preços, pelo contrário.

Segunda Safra

Mesmo dentro da CONAB já se tem como certa uma importante diminuição da área plantada e deverá reduzir a área inicialmente estimada em 1,49 milhões de hectares. Acredito, pelo que tenho levantado, que estaremos mais próximos e com forte chance de ser menor do que os números de 2013 de 1,29 milhões de hectares, que foi a menor área plantada, da segunda safra, da história. Lembrando que parte importante desta safra é de feijão-de-corda, praticamente todo feijão-de-corda produzido é neste período. Mosca-branca, estiagem, preço do milho, medo do risco podem contribuir para que tenhamos novamente a menor área de uma segunda safra da história.

 






ITR
MIAC

Ipesa
Marambaia


Pipoca

Preço do milho mantém estabilidade positiva

O preço do milho na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na segunda-feira (22.12) alta de 1 ¼ centavo de Dólar nos contratos de Março/15, fechando em US$ 4,1175 por bushel. As demais posições em destaque da commodity fecharam o dia com ganhos entre 0,75 e 1,25 pontos. Em uma sessão com baixo volume de […]

Amendoim

Nutricionista lista benefícios do amendoim e ensina paçoquinha light

“O amendoim, com moderação, tem muitos benefícios para a saúde”, diz a nutricionista Karin Honorato, que listou as propriedades do alimento e adaptou uma receita típica das festividades juninas. Ele tem ação anti-inflamatória, é rico em gorduras boas e em ômega-3 e, por isso, ajuda a diminuir o risco de doenças cardiovasculares. As sementes guardam […]

Em SP, produtividade e preços prejudicam produtores de amendoim

Código genético do amendoim está próximo de ser sequenciado

Trigo

Trigo: Oferta abundante

Os futuros do trigo cederam ontem nas bolsas americanas, na esteira dos demais grãos, ante a oferta elevada. Em Chicago, os contratos para maio fecharam a US$ 5,23 o bushel, queda de 1,25 centavo. Em Kansas, onde se negocia o trigo de melhor qualidade, os papéis com igual vencimento caíram 4,25 centavos, para US$ 5,5575 […]

Arroz

Arroz: Mercado segue retraído, mas com preços firmes

O preço médio do arroz em casca de 58% grãos inteiros no Rio Grande do Sul se sustentou nos últimos sete dias, após apresentar pequenas oscilações no correr de janeiro. Com esse cenário, a liquidez segue baixa, com muitos compradores à espera do segundo leilão de estoques do governo, programado para o próximo dia 29, […]




APP home